Intercâmbio em Malta : Por onde começar

postado em: INTERCÂMBIO, Malta | 2
COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Esse é o primeiro de uma série de posts sobre intercâmbio que entrarão no ar nas próximas semanas, espero tirar todas as dúvidas de vocês em relação a intercâmbio em Malta e aproveitem para acompanhar todo meu intercâmbio ao vivo entre agosto e outubro lá nos stories do @nosnatrip !! Tentarei nesse período mostrar o dia a dia de um intercâmbista em Malta.

Vou começar com um relato pessoal que talvez muitos se identifiquem e por que escolhi Malta como país do meu primeiro intercâmbio.

Eis que no auge dos meus trinta e poucos anos resolvo fazer meu primeiro intercâmbio de inglês na vida!!!!! Confesso que sempre tive uma relação de amor e ódio com o inglês, eu odiavaaaaaa estudar pelo método tradicional das escolas de inglês ( algo super comum na minha infância e adolescência) e cheguei a quase me formar no curso de inglês sem saber falar porra nenhuma!! WTF ??????

Sério, eu sempre tive boa gramática, lia e escrevia bem mas a minha conversação era péssima e ainda assim eu cheguei ao nível avançado e a um ano de me formar eu abandonei os estudos por motivos de … não suporto mais essas aulas !!! hahahahaha.

Óbvio, meus pais quiseram me matar ( e se fosse meu filho hoje em dia eu ia querer matar também hahahaha) mas vida que segue… a vida de estudante acabou, na época eu não usava o inglês para praticamente nada além de músicas e filmes e assim rolou até que … eu comecei a viajar para fora do Brasil !!!

Nunca passei por nenhum perrengue pela falta de inglês, aliás, se você quer viajar e acha que língua é uma barreira, vá comprar suas passagens agora!!!! Não é, de verdade!!! Porém, sempre senti uma enorme falta de fazer amizades, conversar, trocar ideias, experiências e conhecer gente do mundo inteiro… eu AMO fazer novas amizades e minhas conversas nessas viagens sempre foram muito rasas e acabava saindo com uma baita dor de cabeça toda vez que passava o dia com gringos e precisava me esforçar para entender e falar em inglês.

Para piorar a situação ( ou melhorar na verdade, rs) comecei a trabalhar com turismo e aí já não era mais uma questão de gostaria de falar melhor e sim de necessito mais que urgente saber falar para conseguir sobreviver ao mercado !!!

Me dei exatamente um ano para me preparar psicologicamente, financeiramente e decidir quanto tempo poderia ficar estudando.

 

Meu amor pela Europa é enorme e imagino que se você acompanha o blog já deve ter percebido, logo a primeira dúvida que muitos tem sobre – qual melhor lugar? Eua, Europa, África, Austrália?  – para mim foi facilmente respondida, EUROPA, lógico !!!

Para dar aquele empurrãozinho de vez, eu fiz uma enquete nos stories do Nós na Trip na época dessa minha escolha e boa parte dos seguidores também disseram que gostariam de fazer um intercâmbio na Europa, não pensei duas vezes e bati o martelo !!

O passo seguinte foi decidir o país … Inglaterra e Irlanda foram os primeiros que passaram pela minha cabeça porém nunca na vida tive vontade de morar em nenhum dos dois. Em Londres eu teria um super apoio do Luciano ( meu sócio)  que mora lá mas ainda assim não estava completamente feliz com a ideia.

Até que fui apresentada a Malta por uma amiga que tinha acabado de voltar de um intercâmbio e tinha ficado apaixonada pelo país – Se quiserem conhecer a experiência da Alê em seu intercâmbio em Malta, o blog dela, Mochila, Câmera e Ação tem várias dicas legais – pesquisei muuuuito sobre Malta, até porque sabia super pouco sobre ele e achei totalmente a minha cara !!!! Muito sol, praias lindas, vida noturna agitada, preços consideravelmente mais baratos do que na Inglaterra e aparentemente uma vibe muito legal !!!

Em seguida, entrei em um grupo no facebook –  Intercâmbio em Malta –  e li todos os relatos e dúvidas que eu pude para entender como era o dia a dia nas cidades, as melhoras escolas, se eu realmente precisaria de uma agência para me auxiliar, custos de vida… tudo !!

Gostei dos relatos, não vi uma só pessoa dizendo que odiou Malta, que o lugar era péssimo, ou inseguro ou que tinha se arrependido … definitivamente decidi que o meu primeiro Intercâmbio de inglês seria em Malta.

Escolha super acertada!!! Quanto mais eu pesquisava sobre esse pequeno país que é ex colônia britânica, mais eu curtia e tive certeza da minha escolha.

 

O passo seguinte, e o mais difícil, foi escolher a escola que iria estudar. – vocês não têm noção da quantidade de escolas de inglês que existem em Malta e eu não fazia a menor ideia que o país recebi tantos estudantes.

Aquele grupo do facebook que falei ali em cima me ajudou muito a descobrir as escolas mais conhecidas, conceituadas e que valessem o custo benefício… o problema era a ENORME quantidade de brasileiros que estudava nelas! Hahahaha.

Tudo que eu não queria era falar português durante meu curso e é lógico que quando você está em grupo somente de brasileiros acaba falando.

Com isso eu decidi partir para o bom e velho google, e descobri que no site oficial de Malta tem todas as escolas cadastradas e que realmente são aptas a ministrarem aulas.

 

Nessas pesquisas acabei achando a Am Language, que por coincidência foi a mesma escola que a Ale, aquela amiga que fez intercâmbio no anterior estudou e tinha adorado, e assim comecei uma conversa diretamente com a escola, sem intermediação de agências.

Gostei muito das conversas, da atenção dos funcionários em tirar dúvidas, do tipo de ensino, vi que ela era uma escola antiga e muito bem avaliada em Malta e o mais importante… com uma quantidade super baixa de brasileiros !!

A Am Language não vai exatamente te ganhar no preço, porque ela não é das mais baratas, mas achei minha escolha SUPER acertada pela qualidade do ensino e número reduzido de brasileiros.

Outra coisa que achei essencial é que eles tem turmas para adultos! Com alunos acima dos 30 anos e achei isso bem importante até mesmo pela dinâmica das aulas e assuntos abordados.

Como eu já estava me preparando a um tempo para o intercâmbio, eu acabei fechando um pouco em cima, uns dois meses antes do início do curso e decidi pelo Curso Intensivo de 6 semanas.

Não é muito, eu sei, tenho noção que não sairei de lá fluente na língua mas achei uma excelente opção para quem só pode estudar durante as férias ou realmente não tem como esticar para pelo menos três meses.

Li diversos relatos que intercâmbios curtos também valem muito a pena e são ótimos para destravar na conversação e agora estou super na expectativa para dividir tudo com vocês.

Para essa primeira experiência decidi me hospedar no alojamento da própria escola! Um apartamento compartilhado com quarto só para mim. Achei Importante ter essa experiência, até para poder continuar praticando o inglês fora da sala de aula.

Eu terminei de escrever esse post durante o meu voo para realizar esse sonho e nas próximas semanas explicarei todos os detalhes de como efetivamente fechei o intercâmbio, quanto custou, quais são as opções de cursos, hospedagens, TUDO pra facilitar a sua escolha do próximo intercâmbio.

Quem tiver interesse pelo assunto não deixe de conferir os stories do @nosnatrip pois estarei diariamente mostrando tudo por lá.

E você, já realizou o sonho de fazer seu primeiro intercâmbio?

 

TODOS OS POSTS SOBRE MEU INTERCÂMBIO EM MALTA:

COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Seguir Erica Camargo:

Apaixonada por explorar novos lugares e compartilhar suas experiências... as boas e os perrengues também, rs!! Adora conhecer bons restaurantes, descobrir lojinhas locais, é super ligada em tendências e hotspots e não dispensa uma boa balada!!

2 Responses

  1. Najara

    Érica, e os outros posts sobre o assunto? Agora que já retornou tem algo a dizer? Senti falta de saber das suas impressões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *