Salar de Tara: Um dos mais clássicos do Atacama

postado em: Atacama, Aventura, Chile, PASSEIOS | 1

salar de tara atacama nos na trip erica camargo

Salar de Tara : Será que é mesmo imperdível ?

O Salar de Tara é considerado uns dos melhores passeios do Atacama, aquele que está na listinha de “passeio imperdível” de quase todo mundo e inclusive estava na minha!!!

Não sei se consideraria o Salar de Tara um dos melhores passeios mas, sem dúvida, é o que mais representa o visual de deserto! As paisagens são lindas, não me entendam errado, mas acho que minha expectativa foi alta demais hahahahaha.

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 2

O Salar de Tara foi o passeio com mais perrengue que passei… foi o mais longe e em uma estrada, por vezes, bem cansativa, um dos mais altos ( e o único que cheguei a ficar um pouco enjoada), não tinha banheiro em lugar nenhum ( apenas os banheiros incas, rs) e talvez a falta de sol não tenha ajudado no visual que todo mundo acha sensacional de incrível e eu achei ok, é bonito!

Ah, e ainda teve um agravante, como eu precisei remanejar meus passeios durante a semana por causa dos transtornos do inverno altiplânico, acabou que o Salar de Tara, que é o passeio mais cansativo, ficou para o último dia. O passeio dura o dia inteiro e meu voo sairia naquele mesmo dia a noite, ou seja, foi extremamente cansativo!! Não repitam o meu erro!!!

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 3

O Salar de Tara fica na Cordilheira dos Andes, sobre uma enorme caldeira que se formou após a erupção do Vulcão Vilama e assim deu origem ao visual único desse salar, com fauna, flora e formações rochosas impressionantes !! O Salar chega a 4.500 metros de altitude e foi o passeio mais alto que eu fiz e também o segundo mais frio  ( só perdeu para os 10 graus negativos do Geyser el Tatio).

Como saímos cedo e passamos o dia inteiro no deserto, a oscilação de temperatura pode ser muito grande. No meu caso, nem foi tanto, apenas tivemos momentos de muuuuito frio, outros de vento e a maior parte de frio suportável mas em nenhum momento fez calor nesse dia.

Para suportar o frio no deserto eu usei calça térmica e leggin na parte de baixo, blusa térmica, malha de manga comprida, casaco de tricot e casaco de ski em cima, além de gorro, luvas e cachecol. Foi o suficiente mas em alguns momentos o vento foi de lascar !!

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 4

Esse, assim como praticamente todos os outros passeios eu fechei com a agência da FláviaBia Expediciones, que é brasileira e tem um serviço super exclusivo e personalizado para seus clientes. Como esse era um passeio extremamente cansativo e com alguns perrenguinhos nem imaginei fechar com outra agência.

A van passou no nosso hotel às 8 da manhã e seguimos em direção ao Salar de Tara, que fica a cerca de 140 km de São Pedro de Atacama. Boa parte da estrada estava coberta de gelo e foi a primeira vez que vi a estrada tão branquinha assim. A gente pediu muito para o motorista parar e deixar a gente fazer fotos desse momento raro (afinal, era neve de verdadeeeeee em pleno verão) mas como o tempo estava muito instável ele preferiu não parar com medo que chovesse antes de chegarmos no Salar ( óbvio que só entendi esse medo quando vi as montanhas de terra que tivemos que atravessar durante um bom tempo da viagem).

A viagem é bem longa e nossa primeira parada foi para tomar café da manhã com o Vulcão Licancabur ao fundo, visual super lindo mas que não tirei foto porque estava congelando nesse momento, só sai da van para pegar meu chocolate beeeem quentinho e voltei correndo, rs.

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 5

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 6

Seguindo nossa viagem, rodamos alguns bons quilômetros até chegarmos ao Parque Nacional Los Flamencos, onde fica o Salar de Tara. Lá é possível ver diversas formações rochosas que você não acredita como aquilo possa ter sido feito.

Passamos de carro por diversas dessas formações de rochas e o guia dirige atentamente procurando pedras vulcânicas no caminho ! Não faço ideia de como ele consegue distinguir essas pedras mas paramos o carro quando achamos algumas para saber mais sobre suas curiosidades e vê-las de perto.

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 7

Uma das paradas é para ver o Monje de la Pacana, também conhecida como a Pedra do Índio,  que é essa pedra gigante no meio do nada, literalmente !!!! Sério, parece que ela foi colocada ali no meio !!

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 8

Ah e você tem curiosidade de saber o que seria um banheiro Inca  ??? Apresento a você o banheiro com a paisagem mais natural que provavelmente irá conhecer. Bem atrás dessas pedras minhas amigas estavam apreciando a natureza hahahaha. Confesso que o pior mesmo é conseguir tirar e depois colocar esse tanto de roupa, dá trabalho mas no final rende umas gargalhadas !! hahahaha.

Não esqueça de levar papel higiênico, saquinho de lixo e álcool gel !!!

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 9

O Parque é simplesmente gigante e não existe nenhuma trilha, estrada ou caminho te guiando, em um certo momento você sai da estrada e literalmente entra nas montanhas de terra, ou seja, você precisa confiar MUITO no seu guia para saber que está indo para o lugar certo ( não me pergunte como ele sabe, só com muita experiência mesmo) e também MUITO em seu motorista, pois o parque é inteiro de terra, que mais se parecem dunas gigantes, total off road… se prepare para balançar bastante… BASTANTE !!!

Acho que nem precisaria falar isso, até porque já falei lá no Guia do Atacama, mas por favor, NUNCA vá ao Salar de Tara por conta própria!!! A probabilidade de você atolar é gigante e de se perder… acho que não existe a possibilidade de não se perder, rs. Além disso, as agências que se preocupam com a segurança de seus clientes sempre levam um telefone satelital e também um balão de oxigênio, coisas que você indo sozinho certamente não terá !!

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 10

Esse foi o ponto mais alto que chegamos ( e também o mais frio), no alto de um paredão de pedras e lá de cima é possível ver o quão no meio do nada estamos.

É bem bacana, o visual é lindo mas também é um belo de um sacrifício chegar aí, Rally dos Sertões é fichinha perto do rally do deserto hahahahaha.

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 11

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 12

Mais alguns sacolejos e finalmente chegamos ao Salar de Tara!!! O primeiro cenário que vemos é a gigantesca Catedral de Tara, que é esse paredão que parece que foi esculpido a mão!!! Lindíssimo mas confesso que nesse momento eu já estava tão cansada e com tanta fome que não me encantei pelo lugar como os diversos relatos que já li por aí.

Bem na frente da Catedral de Tara fica um lago, geralmente com diversos flamingos mas não vimos nenhum!!

Alguns caminhos de pedrinhas te levam um pouco mais próximo a Catedral e também ao lago mas não é permitido sair desse caminho!!!

O Salar de Tara é bem bonito mas não sei se por causa do cansaço, da fome ou do tempo que estava fechado e não ajudou, eu me decepcionei um pouco!!!

Após conhecer o Salar de Tara, paramos em um outro lago ( esse sim com flamingos) para finalmente almoçar. O lugar era super bonito e a comida estava uma delícia, mais uma vez por total relapso e cansaço acabei não fotografando esse almoço mas foi um excelente momento de relax e umas boas taças de vinho!!

No caminho de volta, infelizmente o gelo já havia derretido na estrada e só ficou uma camada de gelo sujo, sabe?! hahahaha, nem valia a pena parar para fotografar.

salar de tara atacama nos na trip erica camargo 13

Informações gerais do Salar de Tara

  • Que horas ? Como é um passeio de dia inteiro sempre começa pela parte da manhã. Eu sai às 8h do hotel.
  • Altitude ? 4.500 metros
  • Nível de esforço ? Nenhum. O carro sempre para muito próximo aos pontos turísticos mas como a altitude é muito grande sempre ande devagar e cuidado com as fotos saltando, rs.
  • Temperatura ? Entre 0 e 25 graus. Eu devo ter pego entre 0 e 8 graus.
  • Quando eu fui ? No verão – março de 2017
  • Tem que pagar entrada ? Não
  • Quanto custa o tour ? Com a FlaviaBia Expediciones custou 75.000 pesos chilenos (certifique-se se o valou não mudou)
  • O que está incluído nesse passeio com a FláviaBia ? Transporte, passeio, café da manhã e almoço.
  • O que levar nesse passeio ? Roupa de frio extremo ( ok que 0 grau não é frio extremo mas o vento é forte e a sensação térmica é certamente abaixo de 0 grau), luvas, gorro, casaco corta vento, blusa de manga curta ( caso faça calor no meio do caminho), protetor soltar, água ( a minha agência sempre levava água no carro mas como é um passeio de dia inteiro, cansativo e com altitude elevada, é necessário tomar água o tempo inteiro), papel higiênico, álcool gel e saco de lixo ( não existe banheiro em todo o passeio). Eu também levaria para esse passeio uns snacks e umas balinhas de coca ( esse foi o único passeio que me senti um pouco mal com a altitude na volta, porém, posso colocar a culpa nas garrafas de vinho do almoço, rs).
  • DICA #NOSNATRIP : Faça esse passeio com uma agência de confiança, com bons carros e principalmente que tenha celular satelital, não é muito raro algum carro atolar ou quebrar alguma peça. Um guia experiente também faz toda diferença no mar de terra e sem estrada que vimos pela frente.
  • É um passeio imperdível ? Sinceramente não achei… acho que esse foi o único passeio que fiz no Atacama que não voltaria!! Não porque não gostei, não entendam mal mas porque acho que uma vez na vida foi o suficiente e se você tiver poucos dias no Atacama, acho que tem outros passeios muitos mais bonitos e menos cansativos para colocar em seu roteiro. Na verdade, você passa muito mais tempo do seu dia sacolejando dentro do carro do que realmente aproveitando o lugar e acho que isso tirou um pouco do meu interesse.

 

Facilite sua viagem !! Clique no banner abaixo para:

Image Map

Image Map

Image Map

Image Map

 

Image Map
Seguir Erica Camargo:

Apaixonada por explorar novos lugares e compartilhar suas experiências... as boas e os perrengues também, rs!! Adora conhecer bons restaurantes, descobrir lojinhas locais, é super ligada em tendências e hotspots e não dispensa uma boa balada!!

Uma resposta

Deixe uma resposta