Piedras Rojas : O mais surpreendente do Atacama

postado em: Atacama, Aventura, Chile, PASSEIOS | 2

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo1

Parece foto de outro planeta, né ?!!! Mas não, esse visual incrível é do Salar de Talar onde ficam as Piedras Rojas, no deserto do Atacama

Piedras Rojas ou pedras vermelhas (em português) foi o passeio que mais me surpreendeu, no sentido visual da palavra. Nunca vi e nem pensei em ver nada parecido… em um mesmo cenário essas gigantes pedras vermelhas contrastam com um lago de sal, verde água claríssimo, e ao fundo uma cadeia de vulcões com seus picos nevados rodeando isso tudo. Para completar, uma rica fauna composta por flamingos e vicunhas … sério, é lindo demaaaaaais!!

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo2

Piedras Rojas: Não deixe de fazer esse passeio

Piedras Rojas são vermelhas desse jeito devido a oxidação de ferro que é altamente concentrado ali, além disso, elas ficam a mais de 4.000 metros de altitude!! Ou seja, é um passeio friooooooo e por ser um passeio muito alto, muito cuidado com movimentos bruscos, pois a probabilidade de se sentir mais enjoado/ marejado é grande!!

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo3

Esse passeio começou super cedo pois, à princípio, seria um passeio de dia inteiro já que ele costuma ser conjugado com as Lagunas Altiplânicas, o passeio mais clássico do Atacama. No meu caso, não rolou conhecer as Lagunas ( que era o lugar que eu mais queria conhecer !!!!!!) porque as estradas estavam fechadas devido a neve que caiu na madrugada anterior… quase morri quando cheguei na frente do parque e tive essa resposta mas ok… valeu pelas Piedras Rojas.

Aliás, as Piedras Rojas não é um passeio muito popular e assim como as Lagunas Escondidas, não são todas as agências que fazem. Não me perguntem o motivo só sei dizer que vale MUITO a pena!!

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo4

Esse foi mais um dos passeios que fechei com a agência da brasileira FláviaBia Expediciones,  e vou mais uma vez repetir ( porque falo isso em todos os posts, rs)  a Flávia fez toda a diferença em minha viagem ao Atacama pelo excelente serviço que presta!!

A van passou no meu hotel às sete da manhã e seguimos em direção as Piedras Rojas, que fica bem longuinho, umas 2 horas de distância de São Pedro de Atacama.

Na verdade, a primeira parada seria nas Lagunas Altiplânicas mas como já sabíamos que elas estavam fechadas de manhã cedo, fomos direto para Piedras Rojas na esperança que elas abrissem mais tarde.

Esse dia, nem estava tão frio na cidade mas como era um passeio de grande altitude já sabíamos que o frio estaria nos esperando, rs, por isso fui de calça térmica, leggin, blusa térmica, casaco de tricô, um casaco mais grosso ( que acho que só usei no café da manhã), cachecol, tênis e luvas ( que também usei durante o café da manhã).

Não deu outra, saímos do carro e devia estar uns 10 graus do lado de fora mas o frio mesmo era por causa do vento que deixava a sensação térmica lá embaixo!!

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo5

Como esse não é um passeio muito concorrido foi interessante chegar lá e ver que só tinha o nosso grupo, com dez pessoas, e mais um outro grupo, também com um número próximo a esse de pessoas, o que fez o lugar ficar ainda mais mágico… eu simplesmente AMO chegar nesses passeios e poder contemplar a paisagem sem ter que sair correndo porque tem milhões de pessoas querendo tirar foto onde você está sentada!!! rs

E Piedras Rojas merece muito ser contemplada… não consigo imaginar um lugar mais diferente no mundo com uma riqueza de detalhes tão grande que eu possa conhecer por aí… se vocês já foram em algum lugar assim me avisem para eu colocar na listinha porque esse daí vai ser difícil de superar!!

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo6

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo7

Enquanto tirávamos fotos, nosso guia fazia nosso café da manhã bem de frente para as Piedras Rojas e em mais um visual paradisíaco… foi difícil voltar a realidade depois de passar uma semana tomando café da manhã de frente para cenários incríveis!! rs

Fiz o clique enquanto nossa mesa de café ainda estava sendo arrumada e com os ovos mexidos que eram sempre uma delícia!!! Ah, e o pote de doce leite estava lá de novo… nem preciso dizer que ensinei o tour inteiro a rechear ele no croissant, né?! Acabamos com o pote hahahaha.

Eu sei que já estou ficando repetitiva mas os cafés da manhã da FláviaBia sempre eram muito fartos e gostosos… mesmo!!!

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo8

Depois do café da manhã foi hora de partir para o parque das Lagunas Altiplânicas, onde seria feita a segunda parte do passeio que duraria até às 16 horas e teria um almoço nas Lagunas, porém, o parque realmente estava fechado devido a grande quantidade de neve na estrada… infelizmente, pois esse era um passeio que eu queria muito ter feito!!

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo9

Na volta paramos na famosa placa do Trópico de Capricórnio e também podemos ver o exato ponto onde o Trópico de Capricórnio cruza com a Trilha dos Incas!! Gente, é muito louco pensar que essa trilha tem 1.300 km e vai parar lá em Cuzco, no Peru!!!!!! Essa era exatamente a antiga trilha inca que ligava o Peru ao deserto, toda demarcada de pedrinhas.

Acho que essa foi uma das estradas mais bonitas que conheci no Atacama e como tínhamos tempo sobrando na volta, paramos diversas vezes na estrada para tirar fotos em lugares aleatórios como esse da foto aí embaixo, rs.

piedras-rojas-atacama-nos-na-trip-erica-camargo10

Informações gerais sobre Piedras Rojas:

  • Que horas ? Sempre na parte da manhã. Meu passeio saiu às 7h
  • Altitude ? 4.260 metros
  • Nível de esforço ? Leve caminhada de uns 10 minutos ( ou menos) do estacionamento até as Piedras Rojas mas caminhe devagar por causa da altitude
  • Temperatura ?  Entre 0 e 25 graus. Eu peguei uns 10 graus na chegada e na volta já estava bem quente, em torno de uns 25 graus ou mais.
  • Quando eu fui ? No verão – março de 2017
  • Tem entrada ? Somente as Lagunas Altiplânicas.. Quanto Custa ? 3.000 pesos chilenos ( certifique-se se o valor não mudou)
  • Tem banheiro ? Somente nas Lagunas Altiplânicas e como nós não fomos, tivemos que usar o famoso banheiro inca, que significa… atrás de qualquer pedra hahahahaha. Teve uma hora que nosso banheiro inca foi atrás do carro mesmo, faz parte!!! rs.
  • Quanto custa o tour ? Com a FláviaBia Expediciones custou 80.000 pesos chilenos ( certifique-se se o valor não mudou)
  • O que está incluso nesse passeio com a FláviaBia ?  Transporte, passeio, café da manhã e almoço
  • O que levar nesse passeio ? Roupa de frio extremo ( apesar de eu não ter pego é muito comum temperaturas muito baixas), luvas, casaco fleece, protetor solar, lencinhos umedecidos ou papel higiênico, um saquinho de lixo e álcool gel (kit básico de sobrevivência ao banheiro inca, rs)
  • Passeio de meio dia ou dia inteiro ? Dia inteiro, o meu seria das 7h às 16h se entrássemos nas Lagunas Altiplânicas
  • DICA #NOSNATRIP: Peça ao motorista para parar na placa do Trópico de Capricórnio e contar toda a história sobre essa trilha inca, é muito bacana. Nessa mesma estrada tem lugares muuuuito legais para tirar aquelas fotos no meio da estrada com o vulcão atrás, sabe ?!! Os guias da FláviaBia são super sagazes para tirar essas fotos.
  • É um passeio imperdível ?? Sim, mesmo não tendo conseguido fazer as Lagunas Altiplânicas ( que é super imperdível) eu considero as Piedras Rojas imperdível também !!

Facilite sua viagem!! Clique no banner abaixo para:

Image Map

Image Map

Image Map

Image Map

 

 

Image Map
Seguir Erica Camargo:

Apaixonada por explorar novos lugares e compartilhar suas experiências... as boas e os perrengues também, rs!! Adora conhecer bons restaurantes, descobrir lojinhas locais, é super ligada em tendências e hotspots e não dispensa uma boa balada!!

Últimos Posts de

2 Respostas

  1. […] eu fiquei triste mesmo porque era o passeio que mais queria fazer. Esse passeio é conjugado com as Piedras Rojas, que foi incrível, ok, mas para mim faltou conhecer o principal no Atacama  Não sei se por […]

Deixe uma resposta