O que fazer na Sardenha: Introdução e roteiro

postado em: Itália, Sardenha | 5
COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Sejam todos bem-vindos a região mais bonita da Itália, se você está em dúvida se vale a pena conhecer a segunda maior ilha do mediterrâneo, eu te garanto que sim, se for e não gostar, eu pago a sua viagem (trato feito kk). De todos lugares da Europa que eu já fui, se pudesse te recomendar somente um, com certeza seria está ilha paradisíaca. Neste post você vai encontrar a introdução a Sardenha e também o nosso roteiro completo de 7 dias.

Cala Luna – A Gruta mais famosa da Sardenha

Provavelmente você está com centenas de dúvidas sobre o roteiro, eu também quando comecei a organizar tive várias e achei um pouco difícil de planejar a viagem pois não há muita informação disponível nos sites de viagem. Você já deve ter lido que para conhecer este paraíso você precisa de pelo menos 15 dias, isso é bem verdade, mas eu acho que se você tiver poucos dias ainda sim vale a pena a viagem. Nós tínhamos uma semana e encaixamos no roteiro as praias mais tops que seria possível conhecer nesse período, portanto se tiver, 3, 5, 7 ou 15, vá!

Em qual aeroporto chegar e sair

A ilha tem 3 aeroportos, Olbia situado ao nordeste da ilha, Alghero ao noroeste e Cagliari ao sul. Nós chegamos e saímos pelo Olbia, achamos que a logística seria mais fácil desta maneira, e realmente funcionou. Vale lembrar que se você tem mais de 7 dias, eu aconselho entrar por um aeroporto e sair por outro. Tome cuidado pois desta maneira o aluguel do carro pode ficar bem mais caro quando se aluga em uma região ou cidade e faz a devolução em outra, faça uma cotação antes pela Rentalcars e compare se vale a pena.

Onde se hospedar

As regiões mais famosas da Sardenha são: La Maddalena, Cala Gonone, Porto Cervo, Santa Tereza de Gallura, Cagliari, Alghero e Stintino. Estes locais são basicamente onde a maioria das pessoas fazem base, aqui vão algumas sugestões:

3 dias inteiros: Santa Tereza de Gallura, não é o ideal mas dessa maneira você consegue ir até Cala Gonone, algumas praias da costa Esmeralda e se tiver tempo pegar o ferry para passar o dia em La Maddalena.

5 dias inteiros: 2 dias em Cala Gonone e 3 em La Madalena

+ 7 dias inteiros: 2 dias em Cala Gonone, 3 em La Maddalena, inclua Cagliari e ou Alghero.

Eu fiquei 6 dias inteiros mais meio dia da chegada e no sétimo voltei pra Londres, minha hospedagem foi de 2 dias em Cala Gonone e 4 dias em La Maddalena. Esta foi a melhor maneira para conhecer as praias que eu queria, mas estava ciente que iria andar bastante de carro pelo fato da ilha ser bem grande, portanto isso vai acontecer com você também. Infelizmente o transporte público na Sardenha não consegue atender os viajantes, portanto não vale a pena viajar para lá e não alugar carro nem que você fique hospedado somente em um local.

As nossas dicas de hospedagem são: Hotel Bue Marino em Cala Gonone e Hotel Excelsior ou B&B Le Stelle em La Maddalena.

Eu não quis me hospedar em Porto Cervo ou Santa Teresa de Gallura pois eu estava mais interessado nas praias de La Maddalena e não queria ficar pegando ferry mais de um dia para atravessar até lá. Eu consegui visitar as praias da Costa Esmeralda e San Teodoro durante a minha estadia em Cala Gonone, se você olhar no mapa vai ver que é longe, mas daqui a pouco te explico melhor como eu fiz.

Confira as melhores hospedagens e com ótimos preços na Sardenha

PS: O Nós na Trip é parceiro do Booking.com e quando você reserva um hotel por esse ou qualquer link dentro do blog, nós recebemos uma pequena comissão para continuar pesquisando e escrevendo matérias gratuitamente para você, mas não se preocupe pois o Booking  NÃO COBRA nenhuma taxa extra por isso, os valores dos hotéis são exatamente os mesmos praticados diretamente no site. Muito obrigado 🙂

Mapa das praias que visitei

Quais as melhores praias da Sardenha

Posso afirmar que na ilha há centenas de praias lindíssimas, eu aconselho você fazer um ranking das que você mais quer conhecer, daí pegar as top e incluir em seu roteiro, não queira dar a volta na ilha em 3 dias pois você vai passar mais tempo na estrada do que na praia.

Eu consegui visitar quase todas as praias que eu tinha planejado, foram 1100 quilômetros percorridos e faria tudo de novo, portanto tenha em mente que você deverá adaptar seu roteiro a quantidade de dias que tem disponível, mas não vai conseguir evitar gastar algumas horas sentado dentro do carro.

Vou listas as praias mais bonitas que conheci, se você conseguir conhecer pelo menos estas, tenho certeza que já vai ter um belo aperitivo do que a Sardenha tem de melhor para oferecer em termos de paraíso. Como comentei, a minha viagem foi somente de uma semana, portanto tem muita praia que você pode incluir caso sua viagem seja mais longa:

La Maddalena – Cala Coticcio, Cala Napoletana e Caprese, Spiaggia Due Mari, Cala Andreani, Spiaggia del Rellito, passeio de barco para: Spargi, Santa Maria, Santo Estefano e Budelli.

La Maddalena
Cala Cotticio – Caprera

Cala Gonone – Cala Goloritze, Cala Mariolu, Cala Luna, Piscine di Venere e Grotta Bue Marino. Essas são as principais, porém vão ter várias que você pode parar em seu passeio de barco.

Cala Luna – Golfo de Orosei
Cala Mariolu

San Teodoro – Cala di Lu Impostu, Brandinchi, Capo Coda Cavalo, Spiaggia la Cinta e Isuledda. A ilha de Tavolara também vale a pena.

Cala Brandinchi

Costa Esmeralda – Spiaggia Capriciolli e Del Principe.

Se tiver tempo visite também região de Castelsardo, eu não consegui ir.

Roteiro completo

Dia 1 – Chegada pelo aeroporto de Olbia e Spiaggia La Pelosa em Stintino

Nosso voo vindo de Londres chegou no aeroporto de Olbia às 12:15, retiramos o carro com a Sicily by Car (a mais barata que encontrei com ótimo atendimento) e partimos para a nossa primeira praia, Spiaggia La Pelosa em Stintino, que está localizada no norte da ilha. Demoramos 2:15h para chegar lá, já pode ir se acostumando pois você vai andar muito de carro.

La Pelosa – Stintino

A praia é bem bonita, já foi considerada umas das mais bonitas da Europa, provavelmente ela vai estar bem cheia, assim como todas as outras praias da Sardenha durante os meses entre junho e setembro. Tomamos uma multa lá, pois retiramos o ticket para uma hora e ficamos mais que isso, deveríamos ter retirado para o dia todo.

Nesta região só tínhamos interesse nessa praia, por volta das 17:30h seguimos viagem até a nossa primeira base, a tão famosa Cala Gonone que fica a 208km de La Pelosa, demorou 2:10h. Nos hospedamos no hotel Bue del Marino, que tem a melhor localização da região, fica em frente ao porto que saem os passeios para as praias do golfo de Orosei.

De noite fomos jantar em um restaurante bem do lado do hotel, Ristorante II Cormano, comemos massa e pizza estava muito bom, gastamos 22 Euros total.

Dia 2 – Cala Brandinchi, La Cinta, Spiaggia di Lu Impostu, Spiaggia di Capo Coda Cavallo e Spiaggia Isuleda

Tínhamos planejado fazer o passeio de barco por Cala Gonone mas devido a maré alta, todos eles foram cancelados e tivemos que partir para o plano B, explorar as praias de San Teodoro.

Começamos pela Capo Coda Cavallo, tem um estacionamento pago por hora, mas o mar estava um pouco mexido e a praia não estava tão bonita, de lá partimos para a Cala Brandinchi, dependendo da hora que você for vai pegar uma fila gigante para o estacionamento, essa foi a praia que mais impressionou da região, são vários tons de azul que eu nem sei explicar como aquilo acontece. (os tons de azul foram atualizados..)

No fim da tarde passamos na Spiaggia di Lu Impostu e não conseguimos ir até a Spiaggia Isuleda e La Cinta, se você tiver tempo, vale a pena conhecer.

Dia 3 – Passeio de barco pelas praias do golfo de Orosei, Cala Gonone

Esse foi um dos dias mais incríveis que vivi em uma viagem, havia uma expectativa grande para conhecer essa região e foi surreal estar lá. Recomendo chegar bem cedo para começar o passeio de barco para você aproveitar bem o dia, começamos a pilotar a nossa lanchinha por volta de 9 da manhã e voltamos às 17hs.

Cala Goloritze – Patrimonio da Unesco

Clique aqui para ler o post completo sobre Cala Gonone

Os lugares principais que fomos são: Cala Goloritze, Cala Mariolu, Cala Luna, Grotta Bue Marino e Piscine di Venere. Você pega a lanchinha e depois de 20/25 minutos chega em Goloritze, depois disso é só ir voltando e parando nas praias que sentir vontade, só não deixe a Cala Luna para as 4 da tarde se não o sol já vai estar baixo.

Como diz a música “Caraca moleque, que dia, que isso”, prepare o seu coração pois será um dia para que ficará guardado na memória para sempre e você vai querer voltar em uma próxima viagem, que me desculpe a Grécia mas sou mais a Sardenha.

Cala Mariolu

Dia 4 – Check-out em Cala Gonone e Costa Esmeralda, Spiaggia del Principe e Spiaggia Capriciolli sentido La Maddalena

Fizemos o check-out no hotel e seguimos sentido La Maddalena, a nossa próxima base na Sardenha, mas antes paramos na Costa Esmeralda, foram 132km feitos em 1:50h até a Del Principe, outro paraíso que adoramos, recomendo ir até o final da praia a esquerda, lá você vai encontrar uma outra prainha. Já mais no final da tarde passamos pela Spiaggia Capricioli, é um conjunto de 3 praias relativamente pequenas que ficam uma pertinho da outra. Você pode parar o carro no estacionamento e ir nelas a pé.

Por volta das 19hs pegamos o ferry de Palau para La Maddalena, não há necessidade de comprar antecipado pela internet, durante a alta temporada ele tem saídas a cada 15/30 minutos, o valor foi de €72 ida e volta. Fizemos check-in em nosso hotel em La Maddalena e fomos conhecer o centrinho super legal. Tem vários restaurantes e lojinhas. Não deixe de experimentar o sorvete de Nutella da La Finestrella, a vida vai parar por alguns minutos quando você tomar (sério rs).

Spiaggia del Principe

Dia 5 – Cala Coticcio, Spiaggia Due Mari, Cala Andreani e Spiaggia del Rellito

Nosso primeiro paraíso do dia foi a tão famosa e belíssima Cala Cotticio, que está localizada na ilha Caprera, essa é uma ilha vizinha de La Maddalena e acessada por carro. Chegamos no começo da trilha por volta de 8 da manhã e demorou 40 minutos até chegar na praia, não esqueça de levar um tenis pois há muitas pedras pelo caminho e no início da trilha às vezes tem alguns funcionários da ilha que não deixam ninguém passar se não tiverem de tenis. 10 minutos antes de chegar na praia, passamos na Cala Bianca que é caminho, essa também é bem bonita, lembrando que as praias no começo da manhã e fim da tarde não ficam tão bonitas por conta da posição do sol. A Coticcio é umas das praias que mais gostamos na Sardenha, turquesômetro nível 9,9 (ou mais haha) ela é bem pequena e lota por volta das 11 da manhã.

Cala Coticcio

Ficamos umas 3 horas nela e partimos para Spiaggia Due Mari, Cala Andreani e Spiaggia del Rellito, as 3 praias são bem próximas e não tem trilha para chegar nelas, você para o carro bem frente. Todas elas são bem bonitas, a que gostamos mais foi a Due Mari, uma tranquilidade que não dá vontade de ir embora nunca mais.

De noite fomos comer algo no centrinho de La Maddalena e voltamos para o hotel para repor as energias para o passeio de barco no dia seguinte, confesso que essa seria a vida que eu pedi a Deus (no verão, claro rs).

Dia 6 – Passeio de barco pelas ilhas de La Madallena

Outro momento esperado da viagem foi o passeio de barco pelas ilhas de La Maddalena, fizemos com a empresa Noleggio La Rosa dei Venti – Contato Simone, ele passa pelas illhas Spargi, Budelli, Santa Maria e Santo Estefano. Lugares paradisíacos que com certeza você tem que incluir em seu roteiro.

Budelli

 

Dia 7 – Cala Napoletana e Caprese, pôr do sol e balsa para Palau

Nosso último dia na Sardenha foi top também, pegamos uma trilha de 35 minutos em Caprera até a Cala Napoletana e passamos boa parte do dia nessa praia que é muito paradisíaca com águas cristalinas e silêncio total. Nos surpreendeu pois não esperava que fosse assim, de lá fomos na Cala Caprese, que fica a 15 minutos de trilha da Napoletana, mas por conta das algas não estava bonita. Já aviso que o acesso para chegar na Caprese é bem ruim, portanto não acho que valha a pena.

Fomos assistir o nosso último pôr do sol, pegando a rota panorâmica você vai ver várias praias onde você parar e curtir nesse momento único, recomendo parar em diferentes praias durante a sua viagem, seja em Caprera ou La Maddalena.

Dia 8- Check-out no hotel

Fizemos o check-out do nosso hotel, pegamos o ferry para Palau e fomos direto para o aeroporto para pegar o nosso voo pra Londres as 13:30hs, confesso que a vontade era de estender a viagem até o fim do verão hehe.

Minha recomendação:

Como comentei brevemente, eu pesquisei por meses esta viagem e visitei as praias que são consideradas as mais bonitas da região, sugiro muito que você tente planejar a viagem baseada nas praias e roteiro que eu fiz, se tiver menos dias tente focar nas praias mais bonitas, caso tenha mais de uma semana explore as praias do sul e Cagliari.

Se você gostou das nossas dicas, pedimos a gentileza de utilizar os nossos links abaixo para fazer as suas reservas com os melhores preços, nós recebemos uma pequena comissão para continuar pesquisando e escrevendo matérias gratuitamente para você, mas não se preocupe pois eles NÃO COBRAM nenhuma taxa extra por isso, os valores dos são exatamente os mesmos praticados diretamente no site. Muito obrigado.

 

Planeje sua Viagem! Clique no banner para:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Seguir Luciano Correa:

Executivo de marketing digital em Londres e fundador no Nós na Trip, sou viciado em viajar e conhecer destinos paradisíacos. Trabalhei por 7 anos em banco e troquei a vida no Brasil pela Europa. Sofro de TOV, Transtorno Compulsivo por Viajar.

5 Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *