Guia da Croácia

COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja

Guia da Croácia : Dicas para começar a planejar sua viagem

A Croácia foi o lugar mais incrível e que mais me surpreendeu até hoje, minha primeira viagem para lá foi em 2013 e confesso que pouco sabia sobre ex República da Iugoslávia e como seus países tinham ficado. Nesse ano, a Croácia tinha acabado de entrar para União Europeia e acabou recebendo grande foco no turismo, até então, apenas explorados por europeus e celebridades.

A Croácia fica no litoral do Mar Adriático e faz fronteira com a Eslovênia e Hungria ao norte, com a Sérvia ao nordeste, com a Bósnia e Herzegovina ao leste e ao sul com Montenegro e se além do país você puder incluir todas esses outros em seu roteiro, digo que vale muito a pena, são lugares com paisagens incríveis, pessoas solícitas e uma cultura interessantíssima.

Apesar de estar na UE desde 2013, o país ainda não adotou o euro e sua moeda é a Kuna, porém a fama de país barato acabou exatamente nesse ano, com o aumento do interesse no turismo os preços também subiram e para quem gosta de festas e badalação, os gastos em Hvar, por exemplo, podem facilmente ser comparados aos de Ibiza ou Mykonos.

O idioma local é o croata e apesar de poucos falarem inglês (a galera mais nova costuma falar bem), o povo é extremamente simpático e solícito. Os mais velhos, alguns são bem desconfiados com turistas, outros eu tinha certeza que estavam brigando comigo quando eu pedia alguma informação hahahaha mas apesar do jeito meio rude são pessoas incríveis e a grande maioria adora turistas e mesmo sem falar inglês fazem questão de se comunicar.

Meu amor pelo país, a primeira vista, foi tanto que no verão seguinte voltei para explorar as ilhas com o The Yacht Week e sigo querendo incluir a Croácia em todos meus roteiros de verão, afinal são mais de mil ilhas e paisagens estonteantes para conhecer!!

Atualização: Meu amor pelo país é tanto que voltei pela terceira vez, em julho desse ano! rs

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja3

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja2

O QUE CONHECER NA CROÁCIA ?

A Croácia é um país relativamente extenso apesar de estreito  e como todo seu litoral e também parte do interior são interessantes, reserve pelo menos uns 15 dias para conhecer bem o país ou escolha os pontos principais se tiver menos dias.

Do que vale conhecer … ao Norte ficam sua capital Zagreb, a cidade de Pula, as ilhas de Pag e Novajla e os Lagos de Plitvice. Já no centro ficam a cidade de Zadar e o parque nacional de Krka e ao sul, a parte mais turística, que começa em Trogir e vai até Dubrovnik, passando por Split e as ilhas Hvar, Solta, Brac, Vis, Korcula, Scedro e Mljet.

Das duas vezes que estive no país, a primeira eu conheci Split, Hvar e Dubrovnik em sete dias (queria ter ficado mais) e na segunda as ilhas de Solta, Brac, Vis, Korcula, Hvar e a cidade de Split durante o The Yacht Week e depois segui para o norte para conhecer as ilhas de Pag e Novalja e os lagos de Plitvice, em doze dias ( e queria ter ficado muito mais).

E se tiver que escolher apenas um lugar, escolha a ilha de Hvar a mais badalada e incrível do país, caso você goste de praia e agito, ou Dubrovnik se seu foco for cultura, história e obviamente Game of Thrones.

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja5

COMO CHEGAR ?

Não há voos diretos do Brasil para Croácia mas de qualquer grande cidade da Europa o acesso é fácil para o país, principalmente da Itália que os voos costumam ser mais rápidos.

Chegando de avião, são quatro os principais aeroportos, Zagreb, Zadar, Dubrovnik e Split .

Saindo da Itália, são diversas opções de transportes como voos diretos, trem, ônibus e de carro. Via terrestre, necessariamente você passará pela Eslovênia e é uma ótima oportunidade para conhecer o país.

Saindo do leste europeu, as opções são as mesmas da maioria dos países, voos diretos, trem ônibus ou carro. Eu já fiz esse roteiro dirigindo mas sentido contrário, saindo da Croácia (Zagreb) e subindo para o leste, passando por Eslovênia, Budapeste, Viena e Praga. As estradas são ótimas e bem sinalizadas.

SAINDO DO AEROPORTO DE SPLIT:

Até hoje, só cheguei a Croácia pelo aeroporto de Split e de lá até a Old Town é fácil de chegar, pegando um ônibus (linha 38) direto para a rodoviária que leva em torno de 40 minutos ou de Táxi que leva em torno de 25 minutos. Já utilizei ônibus, táxi e também transfer e obviamente o mais barato é o bus e se não fosse pelo tempo seria tão prático quanto o táxi (que é caro) pois a rodoviária fica bem próxima a old town.

Atualização: cheguei pelo aeroporto de Dubrovnik dessa última vez e a maneira mais prática de chegar a old town é de transfer ( que na verdade é um ônibus, custa 40 kunas por pessoa e deixa em frente ao portão principal das muralhas ). 

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja9

ONDE SE HOSPEDAR ?

Depende muito da cidade ou ilha que você escolher. Na região da Dalmácia, uma ótima base para fazer bate volta é Split, é de lá que saem a maioria dos ferry boats e ônibus para os outros lugares.

Uma vez em Split, não deixe de escolher a Old Town para se hospedar, são diversas pousadas, hostels e casas de família (prática super comum de hospedagem na Croácia que em breve faço post) e dali você faz absolutamente tudo a pé, dos pontos turísticos da cidade, a praia, restaurantes, bares e baladas e também a rodoviária e porto da onde saem os ferrys para as ilhas.

Em Hvar, se você não se hospedar em um dos top hotéis que tem por lá, Amfora, Hotel Croatia ou Adriana  e tiver pensando em economizar, a dica é esquecer dos hostels e se hospedar em apartamentos ou casas de famílias, muito confortáveis, bem localizadas e tão baratas quanto um hostel.

As demais ilhas dessa região eu fiquei hospedada em barco mas a maioria delas é super tranquilo de fazer um bate volta saindo de Split e algumas  de Hvar também.

Em Dubrovnik, a dica é a mesma de Split, não deixe de se hospedar na Old Town, dentro da cidade murada. As hospedagem não são tão baratas, nem mesmo os hostels mas vale muito a pena! Na verdade só vale a pena se hospedar lá.

No norte, para quem quiser aproveitar o verão e as festas de Novalja, vale muito a pena se hospedar por lá ou em Pag que tem hospedagens mais baratas (mas essa região já é absurdamente mais barata que a Dalmácia). De lá da para fazer um bate volta até os Lagos Plitvice se for de carro ou transfer (meu hostel tinha essa opção de passeio pra lá), que leva umas 3 horas. De ônibus já não vale a pena pois todos passam em Zadar e o trajeto leva em média 6 horas.

* O Nós na Trip é afiliado do Booking, se você está a procura de uma hospedagem na Croácia e fechar sua estadia por esse link ou pela caixinha amarela ali na barra lateral estará nos ajudando a manter o blog sempre com dicas e novidades, você não pagará nada a mais para isso mas nos deixará muito felizes! Obrigado

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja4

COMO SE LOCOMOVER ?

O acesso entre cidades e ilhas não é difícil, são sempre várias opções mas o que acontece é que na alta temporada as passagens esgotam e nem sempre é possível comprar em cima da hora!!

É possível circular entre as principais cidades de avião, pela cia Croatia Arlines, que serve muito bem toda região mas tem preços elevados na altíssima temporada.

Já por terra, a melhor maneira de se locomover é alugando um carro ou então de ônibus, pois são diversas cias que operam em toda região, como a Croatia Bus Autobusni promet Varazdin ou  Autotrans Rijeka . Ainda existe também a opção de trem, que nunca utilizei e confesso que não faço ideia de como é o serviço mas as cias que atendem diversas cidades são a HZ e a Bahn.

Outro meio de transporte super comum e que faz a ligação das cidades com as ilhas mais turísticas são os ferry boats  que podem levar carro ou não. A cia Jadrolinija é a maior e que mais tem opções de horários e trajetos mas existem outras também.

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja6

 

QUANDO IR ?

A Croácia é uma das regiões mais ensolaradas da europa (mas no inverno faz muuuito frio e algumas regiões chega a nevar) e a melhor época para conhecer e aproveitar toda essa paisagem é o verão, ou no máximo o final da primavera ou inicio de outono que também tem temperaturas bem agradáveis mas sem a multidão de turistas do alto verão.

As duas vezes que estive no país foi durante o verão, em agosto, altíssima temporada, com tudo mais caro, cidades lotadas mas muito sol, dias incríveis e diversão!! Simplesmente amei!!! E a outra foi em setembro, ainda verão mas já no finalzinho da temporada, e apesar de dias lindos, o clima já estava bem mais fresco, principalmente a noite e com muito menos agito noturno. Apesar de épocas muito próximas tive a oportunidade de conhecer duas Croácias um tanto diferentes. Se você não gosta de tumulto e muito agito, não opte por conhecer em agosto.

Atualização: Esse ano estive em julho, alta temporada também e muito parecido com agosto em relação a preços e clima, porém um pouco menos cheio. 

Caso você não esteja nem aí para praias e gosta mesmo é de paisagens invernais, o norte da Croácia tem castelos medievais incríveis, que ficam ainda mais lindos no inverno e o Lago Plitvice, também no norte que tem uma paisagem totalmente diferente do verão, com muita neve e o lago congelado. Já vi algumas fotos e achei interessantíssimo, apesar do frio intenso e de algumas trilhas ficarem fechadas, acredito que seja um ótimo passeio.

guia-da-croacia-nos-na-trip-erica-camargo-viaja10

 

O QUE É IMPERDÍVEL ?

  • O Palácio Diocleciano em Split é lindo e toda a área do palácio também, não deixe de subir na torre e tirar fotos da cidade lá do alto!!
  • Não deixe de conhecer Hvar e nem pense em fazer bate e volta, certamente você se arrependerá, durma pelo menos uma noite na ilha (acho muito pouco mas melhor que nenhuma), assista o sunset no Hula Hula Beach Club, jante no Passarola e passe no Kiva Bar para tomar uma saideira. Se gostar de balada, não deixe de ir ao Carpe Diem.
  • Uma das praias mais lindas da Croácia (é difícil eleger a mais bonita) é a Stiniva e fica na ilha de Vis, a maneira mais fácil e recomendada de chegar é de barco e vários saindo de Vis ou Komiza fazem esse passeio.
  • Os lagos de Plitvice e Krka são incríveis e cada um da sua maneira, o primeiro é o mais conhecido e posso garantir que é espetacular mas tem um único defeito, não pode mergulhar. Já o segundo, que não conheço, parece ser tão lindo quanto mas com o plus de poder mergulhar naquelas águas cristalinas. Se puder, conheça os dois e volte aqui para me dizer qual mais gostou.
  • Entrar nas muralhas de Dubrovnik, simplesmente parece que você se teletransportou para outro tempo. A old town é super bem conservada e com uma história riquíssima.
  • Se você curte Game of Thrones, além de Dubrovnik que serve de locação para a King’s Landing, não deixe de ir a ilha de Lokrum, que também serviu de locação para série (lá foi a cidade de Quarth) e tem fácil acesso, de meia em meia hora saem táxi boats do porto de Dubrovnik para a ilha. Aliás, em Dubrovnik existem alguns tours especializados que levam em todas as locações e contam curiosidades e histórias surpreendentes ( sou louca pra voltar e fazer esse tour, já que quando estive na cidade ainda não assitia GOT).

TODAS AS DICAS DA CROÁCIA:

      **HVAR:

      **DUBROVNIK

Planeje sua viagem !!! Clique no banner para:

Image Map

Image Map

Image Map

Image Map

 

* Conheça a LOJA DO NÓS NA TRIP !! Temos vários produtos para deixar sua viagem para Croácia ainda mais perfeita, como boias divertidas, cangas redondas, bastão flutuante para GoPro, tripé para celular e muito mais!!!

ASSISTA NOSSOS VÍDEOS NA CROÁCIA !!

 

Image Map

 

COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Seguir Erica Camargo:

Apaixonada por explorar novos lugares e compartilhar suas experiências... as boas e os perrengues também, rs!! Adora conhecer bons restaurantes, descobrir lojinhas locais, é super ligada em tendências e hotspots e não dispensa uma boa balada!!

28 Responses

  1. Christiane

    Oi Erika! Quantas dicas legais…veja se vc poderia nos ajudar…Eu e meu marido estamos indo para a Croacia em setembro. Dá pra entrar na agua do mar neste periodo? Vamos ficar 17 dias e chegaremos direto em Split. Não queremos ficar na correria, tentando conhecer tudo ao mesmo tempo…Queremos ir a VIS, BRAC, Hvar ( onde pensamos em ficar uma semana ) e depois seguir para Dubrovnik ( voltaremos ao Brasil por a Dubrovnik ). Você acha que vale a pena alugar carro em Split e só devolver em Dubrovnik ou em Hvar, VIS e Brac não precisamos de carro? E BRac, vale a pena passar uma noite lá ou um bate volta de Hvar é suficiente?
    Se puder nos dar umas dicas…agradecemos demais…abraços

    • Erica Camargo

      Olá, Christiane!!!

      Nossa, vocês vão amar a Croácia e lá realmente vale conhecer sem correria!! Então, a primeira vez que fui foi em setembro, na primeira quinzena, o tempo estava ótimo, fazia calor de dia e dava uma leve esfriada a noite. O mar lá é gelado no verão ou não hahahaha mas bem suportável para entrar.

      Não vejo necessidade de ficar tanto tempo com carro, até porque ele ficará parado maior parte do tempo. Em Split você não usará carro para nada ( a não ser que queira subir para o norte da Croácia para conhecer Zadar, Zagreb, Plitvice Lakes e Krka), se não for o caso, você fará tudo a pé na cidade. De Split para Hvar tem catamarã que sai todos os dias e é a maneira mais prática de chegar na ilha. De Hvar para Bol, Brac e Vis também tem passeios de barco ou catamarã que levam a essas ilhas. E de Hvar para Dubrovnik também existe catamarã ( mas como não será mais alta temporada, não sei dizer a periodicidade desse catamarã). A estrada de SPlit para Dubrovnik, é lindíssima e até vale ser feita de carro sim ( principalmente se você tiver tempo para parar na Bósnia, que vale muito) mas de Hvar para Dubrovnik, nunca fiz esse trajeto de carro, só de barco e não sei responder se valerá a pena.

      Brac é bem bonitinha mas só ficaria uma noite lá se tivesse com meus dias bem livres, fora isso, não vejo necessidade não. Em um dia você conhece e aproveita toda ilha!

      Beijos e boa viagem
      Erica

  2. Fernando

    Érica, estou me programando pra ir em Julho (08 – 22) pra Croácia.

    Tenho pesquisado bastante e minha grande dúvida é se nesse período Hvar/Split ficam tão lotados a ponto de não conseguir aproveitar as praias / baladas, ou se dá pra se virar.

    Vi essa foto Carpe Diem (http://www.hvarinfo.com/images/stories/nightlife/carpe-diem-hvar.jpg). É o normal isso aí? rsrs

    Aproveitando…
    Minha ideia é:
    08 – 10/Jul: Dubrovnik
    10 – 14/Jul: Hvar
    14 – 18/Jul: Split (Ultra Europe)
    18 – 22/Jul: ainda definindo
    Acha que tá legal?

    Obrigado

    • Erica Camargo

      Olá Fernando, tudo bem?!!

      Então, eu já estive em julho na Croácia e para quem gosta de agito é um ótimo mês porém bem mais tranquilo que agosto, férias dos europeus!! Essa foto aí é no Carpe Diem da ilha, nunca vi cheio assim mas acredito que seja alguma festa da The Yacht Week, porque esse lugar é enorme!!!! O fim de semana do Ultra, certamente a cidade estará lotada mas fora isso, pode ir de boa que será somente agito de verão.

      2 dias para conhecer Dubrovnik é pouco mas da para fazer o turismo básico sim!!! Split, só pede esses dias todos por causa do Ultra mesmo, pq a cidade você conhece em 1 dia.

      beijos e boa viagem!!

  3. O melhor restaurante de Split : No Stress - Nós na Trip

    […] Preciso começar o post falando uma coisa… eu já estive três vezes em Split ( 2013, 2014 e 2016) e as três vezes eu almocei ou jantei no restaurante No Stress.  Não sei dizer se ele está classificado como um dos melhores restaurantes de Split mas posso afirmar que é meu preferido, não só de Split, como ele está no meu top 5 de restaurantes preferidos na Croácia!! […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *