Cultura e vida noturna: o que fazer em Melbourne

postado em: Uncategorized | 0
Crédito: Diliff

Poucas cidades são tão bem-conceituadas como Melbourne. Uma das referências do outro lado do mundo em qualidade de vida, entretenimento e infraestrutura, essa cidade localizada no sudoeste da Austrália já foi eleita pela revista The Economist sete vezes seguidas como a melhor do mundo para viver.

Além de ser ideal para morar, Melbourne é muito atraente para os turistas. Com vida noturna agitada, transporte público de qualidade e várias atividades disponíveis, é possível passar dias explorando essa cidade e ainda assim não aproveitá-la o suficiente.

Cultura rica e muito ativa

Melbourne é uma cidade que respira cultura e isso fica evidente nos arredores da principal praça de lá, a Federation Square. Esse lugar é o ponto de encontro de pessoas de todas as idades e também a praça em que a população se junta para acompanhar grandes eventos australianos.

Seja para assistir grandes torneios esportivos no grande telão da praça ou para acompanhar shows aleatórios, sempre há o que fazer na Federation Square, que também é rodeada de lojas de todos os tipos. Por lá está um dos grandes pontos turísticos de Melbourne, a Australian Centre For Moving Image. Fundamental para o audiovisual australiano, é uma visita obrigatória para qualquer um que aprecia a sétima arte. Nesse lugar geralmente há exposições em vigência.

Crédito: Bidgee

Com capacidade para comportar até 10 mil pessoas, a praça recebe, de média, cerca de 2 mil eventos por ano. Isso significa que o turista encontra aproximadamente cinco eventos por dia na Federation Square.

Bem próximo da Federation Square se encontra a Hosier Lane, que é o lugar mais colorido de Melbourne. Esse beco é destinado à arte dos grafiteiros e há tantas ilustrações por lá que é complicado até mesmo se concentrar em uma.

Símbolo da arte de rua na Austrália, a Hosier Lane é acompanhada por barzinhos e cafés que dão ainda mais vida ao lugar. Poucas ruas são mais interessantes e intensas como essa.

Outra atração imperdível para quem aprecia arte é conhecer a National Gallery of Victoria (NGV), a galeria de arte mais antiga da Austrália. Com coleção que ultrapassa os 70 mil itens, a NGV recebe milhões de pessoas todos os anos.

Crédito: Robert Merkel

Além de ser a casa da arte em Melbourne, a NGV valoriza bastante a natureza e em seus arredores é possível perceber isso com fontes de água e muito espaço verde.

Melbourne é ideal para a diversão noturna

A gigantesca parte cultural de Melbourne dá lugar aos bares, restaurantes e baladas na parte da noite até ao amanhecer. Uma cidade que não dorme, um dos diferenciais da vida noturna de lá é que o transporte público geralmente vai até a madrugada e isso permite que as pessoas transitem sem problema mesmo em horas avançadas da noite.

Um bom lugar para começar a noite em Melbourne é no Crown Melbourne. Cassino e resort situado nas margens do rio mais importante da cidade, o Yarra, esse estabelecimento é muito recomendado para quem gosta de diversos tipos de entretenimento — apresentações, shows, sala de jogos, poker e muito mais.

Uma visita nas mesas do Crown Melbourne também é uma chance de mergulhar na história. Cidade famosa por ter sido caso de grandes momentos da história do poker, o Crown já recebeu vários grandes eventos desse esporte, como o respaldado Aussie Millions.

Crédito: Donaldytong

O Melbourne Greyhound Poker é outro estabelecimento muito importante em Melbourne para a prática dessa modalidade. Aberto a noite toda, ele é responsável por sediar competições relevantes do poker australiano e também é disponível para receber competidores de todos os níveis.

Na parte de bares e baladas, há alguns que são unanimidades em Melbourne, como o Boney. Muito popular entre os jovens, é um ambiente descontraído, ótimo para o fim de semana e que recebe atrações diferentes.
Parte da vida noturna de Melbourne se encontra no topo dos prédios, os chamados rooftops. Alguns, como o Rooftop Cinema, combina cinema ao ar livre com muita cerveja e drinks. Já o Naked In The Sky também é muito badalado para os jovens.

Melhor época do ano para visitar Melbourne

Por estar localizado no litoral australiano, Melbourne é uma cidade que combina muito mais com o calor do que o frio. Na parte quente do ano, o lugar tem uma vida externa bastante agitada com lindos parques e paisagens bonitas.

Portanto, aproveitar o clima quente entre os meses de novembro a março é o ideal numa visita a Melbourne. No entanto, vale a pena ressaltar que, por conta da alta parte cultural e noturna, essa cidade não deixa de ser muito interessante para qualquer turista mesmo com a temperatura amena.

Considerada a “cidade mais europeia da Austrália”, Melbourne consegue juntar a tradição com quase 200 anos de história com muita modernidade em um lugar que atende a praticamente qualquer gosto.

Seguir Luciano Correa:

Apaixonado por viagens e adora explorar novos destinos, seu último emprego no Brasil foi em banco, atualmente trabalha com marketing digital em Londres.

Deixe uma resposta