Cidadania Italiana – comece por aqui !

postado em: Itália | 0
COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

cidadania italiana nos na trip2

Cidadania italiana : Dicas básicas para você tirar a sua

Atualmente, o Brasil é o país com o maior número de descendentes italianos do mundo, segundo a própria embaixada italiana no Brasil.

Neste sentido, a Itália é um país cuja lei sobre a cidadania italiana, reconhece como italianos os filhos, netos, bisnetos e trinetos de italianos, sem diferença daqueles nascidos na Itália.

Este conceito de legislação da Itália é chamado de Jure Sanguinis, ou direito de sangue, em Português. E é justamente por causa disso que tantos brasileiros requerem a tão sonhada dupla cidadania italiana.

Portanto, se você almeja conseguir a sua cidadania italiana, confira esse post e as dicas que trouxemos para você conseguir a sua dupla cidadania.

O direito à cidadania italiana

Como já mencionamos, a Itália reconhece a cidadania italiana pelo direito de sangue do descendente.

Desta forma, os brasileiros que têm alguma descendência italiana, têm o direito legal de requerer sua dupla cidadania italiana.

Vale destacar que isso independe se ele é filho, neto, bisnetos ou até mesmo, se for tataraneto de um imigrante italiano.

Portanto, o início do processo de cidadania italiana é saber se você realmente possui um ascendente natural da Itália. Para este procedimento, você deve montar uma árvore genealógica de toda a sua família, até chegar ao imigrante italiano.

Como já mencionamos, não existe um limite para solicitar a sua a dupla cidadania italiana. Entretanto, vale destacar que há algumas questões legais relacionadas ao gênero, conforme apresentado a seguir:

  • Para as linguagens do sexo feminino, haverá a necessidade de o filho da imigrante italiana tenha nascido após 1948.
  • Os descendentes de italianos, que possuem toda a sua linguagem do sexo masculino, têm o direto de solicitar a sua cidadania italiana sem limites;

Benefícios da cidadania italiana

Os cidadãos que obtiverem a cidadania italiana se beneficiarão das seguintes situações:

  • A capacidade de trabalhar, residir na Itália, bem como nos outros 27 países da EU, sem a necessidade de visto;
  • Acesso a benefícios médicos, incluindo assistência médica gratuita;
  • Acesso a benefícios educacionais, incluindo ensino superior potencialmente gratuito;
  • Acesso a determinados direitos de investimento financeiro que só podem ser disponibilizados aos cidadãos da EU;
  • Um caminho mais fácil para comprar propriedades na Itália;
  • A capacidade de transferir automaticamente a cidadania para todas as crianças menores de 18 anos de idade.

Dependendo de onde você reside, um pedido pode ser apresentado em um consulado italiano no país em que você está localizado ou em um escritório de polícia autorizado na Itália.

É altamente recomendável usar os serviços de um advogado de imigração italiano, pois o procedimento de inscrição pode ser complexo e demorado, e você evitará a rejeição devido a erros ou omissões na documentação.

Isso é particularmente importante, já que você irá para o final da fila se seu aplicativo for rejeitado.

Em que local requerer a cidadania italiana?

Para iniciar o processo de cidadania italiana, você pode optar entre a Itália ou o Brasil:

No Brasil

  1. No Consulado Italiano, através de uma ficha própria, que deve ser enviada pelos correios;
  2. Após a convocação, todo o processo é apresentado e analisado pelo Consulado Italiano;
  3. Com o tão sonhado deferimento do processo, os requerentes têm o direito de solicitar a emissão do passaporte italiano.

Na Itália

  1. O primeiro passo é reunir a documentação e estabelecer residência legal na Itália;
  2. Desta forma, você deve apresentar os documentos e certidões ao Comune;
  3. Com isso, após a avaliação da documentação e a chegada das Certidões de Não Renúncia, são assinados os livros de registros e solicitado o passaporte italiano.

 Qual o valor do processo?

Os valores do processo podem variar, pois as despesas envolvem diversas etapas, como a emissão de certidões, traduções juramentadas, retificação de documentos, apostilamentos, entre outros.

Além disso, ainda há a possibilidade de realizar o processo no Brasil ou na Itália. No Brasil, o processo custa em média R$ 5.000,00. Já na Itália, o valor do processo pode variar entre R$15.000,00 e R$20.000,00.

Entretanto, vale destacar que o período para conclusão do processo no Brasil pode levar em média de 7 a 12 anos, enquanto na Itália o processo leva em média de 3 a 6 meses.

cidadania italiana nos na trip3

COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *