10 motivos para morar em Portugal

postado em: Portugal | 0
COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Muitas vezes, as pessoas que decidem morar no exterior se perdem no processo de estabelecer paralelos entre seu novo destino e seu país de origem.

Embora isso possa ser uma parte natural da aclimatação, é importante não ficar muito atolado no que se pode perceber como sendo positivos e negativos.

Entretanto, para quem escolhe morar em Portugal, certamente não faltam motivos. O país possui muitas qualidades, principalmente para os brasileiros que buscam um novo país para recomeçarem suas vidas.

Portanto, se você quer conhecer os principais motivos para morar em Portugal, então confira essas dicas, pois iremos apresentar os 10 principais.

Motivos para morar em Portugal

morar em portugal nos na trip

1. O custo de vida em Portugal

Comida, vinho, pão e compras normais de supermercado são geralmente muito razoáveis para que decidir morar em Portugal.

Entretanto, vale destacar que é fácil obter alimentos brasileiros se você realmente precisar deles no seu dia a dia.

2. Vistos para Portugal

As autoridades portuguesas terão tempo para explicar quais os documentos que os estrangeiros precisam apresentar. Mas para os brasileiros que decidirem morar em Portugal, existem diversas facilidades, conseguidas através de acordos entre o governo brasileiro e o Português.

3. As pessoas em Portugal

O povo de Portugal é incrivelmente simpático e prestativo. Vizinhos costumam trazer tomates cultivados em casa, compartilhar seus vinhos e conversar muito felizes.

morar em portugal nos na trip2

4. Comunicação em Portugal

Os portugueses, de forma geral estão sempre dispostos a conversar e ajudar com informações algum brasileiro em apuros. Isso ocorre, mesmo apesar de existir uma pequena barreira na língua, já que o Português falado no Brasil é um pouco diferente do de Portugal.

5. Encanto das cidades portuguesas

Tendo como pano de fundo o sempre presente cenário do Oceano Atlântico, as duas maiores cidades de Portugal, Lisboa e Porto, possuem diversos encantos, como os bondes de madeira seculares e os funiculares de ferro que ainda se movimentam e se movimentam pela cidade.

6. Tempo em Portugal

O clima é ótimo para quem decidir morar em Portugal. Geralmente, março a outubro é quente, com julho e agosto sendo muito quentes. As temperaturas podem subir até 40 °C no verão.

Empoleirada na extremidade ocidental da Europa, Lisboa é a capital mais ensolarada do continente, com uma média de 2.799 horas de sol por ano, empurrando Atenas, que tem 2.771 horas de sol por ano, para o segundo lugar.

Para quem gosta de praias, elas se estendem por todas as áreas ocidentais e meridionais do país e são brancas e limpas. Apenas em julho e agosto as praias mais populares ficam completamente lotadas.

morar em portugal nos na trip3

7. Segurança

Portugal é considerado um dos países mais pacíficos do mundo de acordo com o Global Peace Index (GPI).

Desta forma, no quesito segurança, em nada se compara com o Brasil. Para se ter uma ideia, no mesmo índice o Brasil ocupa a lamentável 106ª posição. Esse é um dos principais motivos para os brasileiros quererem morar em Portugal.

8. O vinho Português

A bebida nacional de Portugal, o vinho do Porto, é onipresente em todo o país, particularmente em sua casa de mesmo nome.

Qualquer bar e restaurante que se preze venderá o vinho fortificado, mas para quantidades maiores vá a uma das muitas vinícolas de Portugal, que vendem qualquer coisa, desde garrafas com 100 anos de idade empoeiradas, no valor de € 1.000, até safras mais acessíveis, que podem chegar aos € 5.

9. Transporte e condução em Portugal

O tráfego em Portugal é consideravelmente menor do que nos países do norte da Europa, exceto nas grandes cidades onde os engarrafamentos nos horários de pico são ruins.

Existe uma boa rede de autoestradas ou vias duplas em Portugal, e as principais não são muito movimentadas. Por isso, para quem decidir morar em Portugal, o transito será tranquilo.

10. Bons serviços de saúde

O serviço nacional de saúde gratuito faz um trabalho muito bom em lidar com condições agudas e de emergência, bem como procedimentos rotineiramente recorrentes, como vacinações.

As listas de espera para procedimentos cirúrgicos não emergenciais são limitadas a seis meses ou um ano, dependendo do procedimento.

O custo dos medicamentos prescritos é subsidiado e dedutível de impostos. O serviço nacional de saúde é complementado por uma rede de práticas privadas e hospitais, relativamente baratos.

Seguro de saúde privado também têm um preço razoável. Ambos os cuidados odontológicos e veterinários são de alto padrão e com preços muito razoáveis.

COMPARTILHE:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *